Admissão de Novos Irmãos


Quem dá aos pobres empresta a Deus!

Assim se poderia resumir a missão dos Irmãos da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra. De facto, é esta a orientação que emanou do espírito da Rainha D. Leonor quando, a partir de 1498, deu origem às Irmandades da Misericórdia, convidando os Homens bons de então a acudir aos problemas da sociedade.
Hoje em dia as necessidades mantêm-se, apenas se alteraram – para pior a maior parte das vezes – os problemas.

 

É, pois, uma das missões dos Irmãos da Misericórdia angariarem outros que consigo queiram colaborar nesta causa.
Ao abrirmos esta possibilidade à internet queremos apelar à sociedade para a importância do seu contributo no dia-a-dia de uma instituição que está há mais de cinco séculos ao serviço dos mais carenciados de bens para o corpo e para a alma.

 

Num momento de conturbada crise mundial, com epicentro no sector económico- financeiro, as nossas organizações assumem um lugar de protagonismo pleno no desenvolvimento da acção, o que pressupõe que os seus dinamizadores procurem uma criatividade infinda para garantir a sua sustentabilidade quando os pedidos que lhe chegam aumentam e todo o funcionamento cresce.

 

Estamos certos de que o fim do Estado-Providência é inevitável; estamos certos de que não é dever das organizações sem fins lucrativos substituir-se ao estado social; mas, acima de tudo, estamos certos da missão assumida em 12 de Setembro de 1500 pelos primeiros Irmãos da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra e, por isso, não deixaremos de percorrer todos os caminhos para alcançar o cabal cumprimento das 14 obras de Misericórdia, por muito tenebrosos que sejam.

 

Para cumprir tudo isto, contamos consigo!

 

Clique aqui para fazer download da ficha de Admissão de Novos Irmãos.

Saltar para a barra de ferramentas